Sobre o nosso tema: atualização

Oi gente! Depois do Estudo Do Meio, que daqui a pouco vamos postar algo esclarecendo melhor como nos sentimos em relação a ele, todos nós pensamos a respeito de nosso tema. Entrando em contato com pessoas tão diferentes que tratavam de (in)tolerâncias de maneiras tão únicas, acabamos decidindo mudar um pouco o que vamos tratar daqui para frente.

Como vocês provavelmente já leram, nosso grupo trabalha com as intolerâncias ao grafite e às músicas nas ruas. Principalmente depois de alguns membros terem ido a São Mateus, uma comunidade na zona leste da cidade, e entrarem em contato com Negotinho, um rapper, achamos que seria ainda mais interessante focalizarmos no que diz respeito tanto ao grafite como ao rap, na área musical.

Ambos fazem parte dos seis pilares que compõe o hip hop, assim como o breakdance e o DJ, por exemplo. Ambos partem de uma cultura dos anos 70 nos Estados Unidos em áreas com comunidades suburbanas mais carentes afro-descendentes, latinas, com a ideia realmente de transgredir a lei, de expressar-se livremente.

toyotacorolla3
Pessoas se reuniam para dançar break, cantar rap, grafitar nos guetos dos Estados Unidos nos anos 70. Fonte:http://imguol.com/blogs/104/files/2013/11/ToyotaCorolla3.jpg?debug=true

O rap, propriamente dito, é um ritmo musical que mescla rimas, poesia, acompanhado por uma batida mais simples. Dentre os rappers brasileiros mais famosos temos Emicida, o grupo Racionais MC’S, Projota, Criolo, Karol Conká e Marcelo D2.

Portanto, queridos, decidimos especificar nossas pesquisas um pouco mais adentro do hip hop e focando em alguns de seus pilares. Temos certeza que a intolerância tanto no grafite como no rap não aparecem apenas com pessoas sendo contra tais movimentos, mas principalmente no momento de expressão artística do grafiteiro e do rapper. Grande parte dos temas de ambos tratam de questões políticas e culturais ligadas com o desrespeito, racismo, preconceitos, etc.

Para fechar o post, abaixo temos um vídeo do clipe de um dos raps mais famosos do Brasil do grupo Racionais MC’S, chamado “Negro Drama”. Divirtam-se!

Foto tirada de: www.imguol.com