2° Mostra de Minidocs MNM

Oi gente! Bom, viemos todos aqui num post contar um pouco melhor como foi a 2 Mostra de Minidocumentários do Móbile na Metrópole exibida sábado, dia 29/10, no Cinema Belas Artes, em São Paulo. Nosso minidoc foi um dos 11 selecionados para aparecer na Mostra e, portanto, aparecemos em peso para prestigiar nosso trabalho e de todos os outros que participaram do projeto.

Era de manhã, às 9h30. Todos com cara de sono, mas felizes de poder passar um tempão num dos cinemas mais antigos e tradicionais de São Paulo, com um filme nosso passando nas telas. Foi bom também encontrar todos que partilharam vivências conosco durante esse ano com o projeto. Ainda que fosse um fechamento, a sensação era de dever cumprido e satisfação com os resultados finais.

Ver todas as famílias reunidas também foi muito interessante. Muito legal conhecer um pouco melhor de cada um, num ambiente fora da escola, não falando apenas dos alunos, mas também professores, monitores, e todos que alguma vez haviam estado conosco dentro do ambiente escolar.

belas-artes-1
Fonte: https://linhaslivres.files.wordpress.com/2014/01/belas-artes-1.jpg

Foi quando sentamos nas cadeiras almofadadas e já gastas do cinema que percebemos o real valor que nosso trabalho estava recebendo. Não apenas nosso, mas de todos os alunos.

Cada minidoc foi um olhar da cidade muito peculiar e muito fascinante. Todos muito diferentes entre si. Aprofundando ainda mais o tema da intolerância que permeou nosso ano. As edições também foram bastante distintas, porém todas muito bem feitas e com certeza trabalhosas. O mais interessante foi podermos perceber a variedade de assuntos que podemos tratar sobre São Paulo que nós não temos conhecimento algum, porém podem ser muito aprofundados. O movimento dos secundaristas, por exemplo, ou mesmo a ideia dos patrimônios históricos na cidade sendo desvalorizados, são tópicos de extrema importância, atuais e que nós não tivemos tanta aproximação (até vermos os minidocs).

Dentre todos os incríveis minidocs, que com certeza representavam uma pequena parcela de todo o projeto em si, chamou nossa atenção alguns deles. Primeiramente, o vencedor da Mostra, chamado “Ditadura Barbie”. Foi um minidocumentário que tratou da padronização da beleza da mulher na cidade, conseguindo expressar efetivamente todo o sofrimento pelo qual as mulheres passam diariamente tentando se encaixar num rótulo. Foi emocionante. Os relatos das mulheres coletados, as explicações teóricas, e a presença disso no nosso dia-a-dia foram muito bem explorados. As meninas do grupo estão de parabéns por tratarem de um assunto tão importante de uma maneira muito inteligente.

Veja aqui o minidoc delas:

Além disso, o documentário sobre a Avenida Paulista, do grupo inclusive de nossa sala, nos impressionou. O tanto que puderam falar de uma única avenida… Foi impressionante! Realmente, o ícone de São Paulo merecia essa devida atenção que lhe deram, explorando aspectos históricos, culturais e sociais que permearam a rua. Sem falar na edição, que foi impecável, e pareceu que estávamos vendo um filme de grandes diretores.

Outro minidoc que chamou nossa atenção foi sobre a Primavera Secundarista, cujo título também foi bastante criativo. Trataram de um tema atual e importante, com protagonistas muito próximos de nós: compartilham da mesma idade. Foi chocante entrar com uma realidade tão dura porém admirável de pessoas que não são tão diferentes de nós, se pensarmos bem. Gerou bastante reflexão.

Por fim, o minidocumentário apresentado sobre o projeto em si nos trouxe um sentimento nostálgico e acendeu de novo a sensação do mergulho dentro da cidade durante o estudo do meio. Lembramos o quanto aprendemos nesses três dias e o quanto eles efetivamente mudaram nosso olhar sobre nós e sobre a cidade. Deu saudade. Mas também deu alegria por termos passado por isso. E além: por termos a oportunidade de lembrarmos disso com todos que estiveram ali durante a viagem.

Acreditamos que a ideia de passar os minidocumentários como fechamento do projeto no Cinema foi incrível. Nada melhor do que finalizar o ano voltando um pouco à “rotina Móbile na Metrópole”, saindo da bolha em que vivemos. Por isso, valeu à pena termos ido e prestigiar os trabalhos de pessoas que se empenharam tanto, e assim como nós, se recompensaram com muitos ganhos. Ganhos que pudemos de fato refletir sobre nesse sábado de manhã.

 

Anúncios

Vídeo Argumento

O projeto “Móbile Na Metrópole” foi criado por alunos e professores com a intenção de ampliar nossa perspectiva sobre a cidade de São Paulo e nos levar a novas experiências, que nos tornem verdadeiros cidadão ativos. O tema do projeto este ano é as (in)tolerâncias presentes na cidade, um assunto bastante contundente na Metrópole do caos. A avaliação final do projeto consiste em realizar um mini documentário, que está sendo construído aos poucos por meio de pesquisas realizadas pelo grupo. Neste vídeo argumento explicamos um pouco sobre nosso tema para o trabalho final. Acompanhem-nos!

FONTES BIBLIOGRÁFICAS:

HTTP://WWW.SCIELO.BR/SCIELO.PHP?SCRIPT=SCI_ARTTEXT&PID=S0103-40142004000100020 HTTP://WWW.USP.BR/AGEN/REDE495.HTM

HTTP://REPOSITORIO.UNB.BR/BITSTREAM/10482/2769/1/DISSERTA%C3%A7%C3%A3O%20WALDEMIR%20ROSA.PDF

HTTPS://WWW.UFMG.BR/DIVERSA/17/INDEX.PHP/CULTURA/A-RUA-COMO-TELA-E-PALCO

HTTP://BDM.UNB.BR/BITSTREAM/10483/3824/1/2011_JOANAGONCALVESVIEIRALOPES.PDF

HTTP://WWW.LUME.UFRGS.BR/BITSTREAM/HANDLE/10183/54320/000855538.PDF?..1

MÚSICA POR: HELENA VERRI (em Garage Band)

IMAGENS FEITAS PELO GRUPO

Grafite de Zezão

Boa noite galera! Hoje nosso grupo decidiu mostrar uma rápida entrevista com um dos grafiteiros veteranos que temos na cidade, chamado Zezão. Ele conta um pouco de como foi virar um artista numa época em que o “pintar os muros” era visto como algo marginalizado, associado muitas vezes ao crime, etc. A entrevista foi dada ao site obeijo.com.br, que trata de dicas sobre arte na cidade em geral (aliás, vale muito a pena dar uma olhada!). Foi exibida no programa “Metrópolis”da TV Cultura, outra indicação que vale a pena dar uma checada!

Bom, é isso! Esperamos que gostem!