Louvre que nada: queremos Art 42

Oi pessoal, boa noite! Hoje vimos uma reportagem super bacana a respeito de um novo museu de arte urbana, o primeiro na história, que abriu recentemente em Paris. Ele engloba 150 trabalhos, como o de Banksy, o tão polêmico grafiteiro britânico (se você não se lembra quem ele é, veja esse post sobre o festival onde seu trabalho foi exposto: Upfest).

A construção desse museu parte de vários acontecimentos na cidade onde a arte urbana tomou conta da arte clássica, como na vez em que o Louvre foi alvo de uma exploração urbana, ou mesmo quando vários grafiteiros tomaram as paredes na Vila Medici.

Alguns especialistas veem esse surgimento e afloramento da arte urbana como um aburguesamento da arte, ao torná-la mais acessível a um público popular e menos elitista.

O museu visa não apenas juntar a visão transgressora do street arte, essência intensamente explorada nos anos 60 e 70 nos EUA, como também mostrar como esta está ligada a trabalhos em ateliês e exposições.

Ainda que esse seja um grande passo tomado pelos artistas, muitos dizem que, em termos de reconhecimento, há muito ainda do que esperar. Há certa rejeição por parte das instituições, porém estas deveriam perceber que o grafite deixou de ser a “arte do terreno baldio “para tomar conta dos muros de todas as metrópoles mundiais.

Ainda que estas obras estejam cercadas de quatro paredes, todos os artistas reconhecem que a inspiração ainda vem da rua, e de lá nunca sairá. O que lhes resta é esperar que suas ações sejam completamente legalizadas pelos diversos governos ao redor do mundo para poderem livremente aproveitar deste espaço.

Fonte das imagens:

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s